História do computador [Parte 2]

Bem vindos a segunda e última parte sobre a história do computador! Após muitas anos de invenções, inovações, trabalho de cientistas e matemáticos, vamos falar um pouco das gerações de computadores.

Primeira geração: (1946-1959): Os computadores dessa época eram pesados e de dimensões exageradas, utilizavam muitos fios e elevada temperatura durante seu funcionamento. A entrada dos dados era feita através de um painel central, era acessado através de switches e chaves. Ex: ENIAC.

Eniac visto de outro ângulo (e ainda sim incompleto).

Eniac visto de outro ângulo (e ainda sim incompleto).

Segunda geração (1959-1964): A substituição das válvulas eletrônicas por transistores, diminuíram bastante o tamanho dos computadores desta geração. Mas eles ainda eram grandes, podendo chegar a ocupar uma sala toda. Outra novidade foi a criação da tecnologia de circuito impresso, diminuindo a quantidade de fios e cabos utilizados ligando as diversas partes do computador eletronicamente. Linguagens de programação como o COBOL começaram a ser utilizadas a partir desta geração de computadores. Ex: IBM 7030.

IBM - 7030 (Já melhorou um pouco)

IBM – 7030 (Já melhorou um pouco)

Terceira geração (1964-1970): Esta geração foi marcada pelo uso de circuitos integrados, que permitiam que diversos circuitos comunicassem com os componentes de hardware ao mesmo tempo, ampliando a velocidade e as funcionalidades e diminuindo o preço dos computadores. Os dispositivos de entrada/saída já eram mais modernos, permitindo o armazenamento de informações em fitas e imprimir os resultados das operações do computador em papel. Ex: IBM 360/91.

IBM - 360/91 (Calma já tem monitor!)

IBM – 360/91 (Calma já tem monitor!)

Quarta geração (1970 até hoje): A incrível redução tanto dos preços quanto do tamanho dos componentes e circuitos dos computadores é o que caracteriza a quarta geração. Os microprocessadores conquistaram a todos pelo seu tamanho e agilidade impressionantes, capazes de efetuar bilhões de operações por segundo. A expansão foi rápida e logo os computadores realmente pessoais apareceram, dando maior importância aos sistemas e softwares em relação ao hardware. Ex: Altair 8800, Microcomputadores.

Altair 8800 (Agora parece que piorou... LOL)

Altair 8800 (Agora mais compacto! LOL)

Quinta Geração? Os japoneses criaram o termo Quinta geração para descrever os computadores inteligentes que queriam construir na década de noventa. Desde então esse termo passou a englobar áreas de pesquisa relacionadas a inteligência artificial. Porém outro foco da quinta geração é a conectividade entre computadores e dispositivos, onde a internet mudou o modo como utilizamos os computadores e manipulamos a informação.

Microsoft Surface (Agora meus olhos agradecem!)

Microsoft Surface (Agora meus olhos agradecem!)

Bom, chegamos ao final de nossa viagem no tempo pela história do computador, espero que vocês tenham gostado e levado um pouco de conhecimento. A jornada foi difícil, mas ela ainda não acabou, novas tecnologias serão descobertas e novos capítulos dessa história serão escritos. Será que seremos os coautores?

Comentários

comentários

Share this post

No comments

Add yours